terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Em balanço do ano de 2016, Ricardo destaca avanços da Paraíba em meio a crises




                                     

O governador Ricardo Coutinho reuniu a imprensa na manhã desta terça-feira (20), para prestar contas das ações do governo durante o ano de 2016 e destacou os avanços que a Paraíba manteve em meio as crises financeira, política e institucional.
De acordo com o governador, a Paraíba por não ser uma ilha, também foi afetada por essas crises, mas diferentemente do que acontece em outros estados onde escolas, hospitais e UTIs estão sendo fechadas, "aqui nós estamos inaugurando obras como a rodovia da produção e o viaduto do Geisel".
Ricardo destacou ainda que o governo do Estado abriu mais de 2. 400 novas salas de aula.

Fonte: http://www.paraiba.com.br/

Homem é preso por ameaçar família de morte e estuprar filho por quatro anos

Caso aconteceu na madrugada desta terça-feira, em Solânea, no Agreste



                                                      
Arma usada pelo suspeito foi apreendida
Divulgação/Secom-PB

Um homem foi preso, na madrugada desta terça-feira (20), por ameaçar a família de morte, na cidade de Solânea, Agreste do estado, a 130 km da Capital. Segundo a Polícia Civil, com base em depoimento da esposa do suspeito, a violência aconteceu após ela descobrir que ele abusava sexualmente de um dos filhos do casal, um adolescente de 17 anos. Ele contou que era violentado desde os 13.
Conforme a Polícia Civil, a mulher percebeu que poderia haver algo de errado na relação de pai e filho nos últimos meses, quando ela se submeteu a uma cirurgia.
“Nesse tempo em que os dois não podiam manter relações sexuais, o marido a colocou para dormir junto dos outros dois filhos em um quarto, enquanto ele dormiria com o mais velho em outro. Ela disse que estranhou e questionou o adolescente sobre o fato, mas ele negou que houvesse qualquer coisa fora do normal. Com o tempo e mais insistência da mãe, o garoto revelou que era estuprado há quatro anos”, informou um agente de investigação, ao Portal Correio.
Ainda de acordo com o policial civil, após descobrir o histórico de abusos, a mulher confrontou o marido. Ele então ameaçou matar toda família e depois cometer suicídio, caso ela denunciasse o crime.
“A mulher teve a sabedoria de acalmar o suspeito. Quando ele recuou, ela procurou a polícia e o prendemos em flagrante. Inicialmente, ele foi autuado por porte ilegal de arma e ameaça, mas ao longo do processo a denúncia de estupro de vulnerável será investigada”, disse o agente.
Segundo o policial, o suspeito se recusa a comentar as denúncias contra ele. Por enquanto, não há indícios de que ele tenha estuprado os filhos menores, de 16 e oito anos. Ele foi levado para a Cadeia Pública de Solânea. 

Fonte: portal correio